13/12/2018

Boas Festas

Período de Férias de Natal - 14 de Dezembro a 4 de Janeiro, inclusive.






10/12/2018

Aula de Fotografia no Exterior...!!!


O professor da disciplina "Oficina da Fotografia levou hoje os seus alunos para uma aula no exterior, desta vez no Castro Zambujal.

Num espaço agora bem recuperado, e numa bonita tarde de sol, foi muito agradável percorrer os passadiços do Castro e procurar obter registos fotográficos "de pormenores", como pediu o professor, mas obviamente também de bonitas paisagens.


Palestra "Os Latoeiros Prodigiosos"


Realizou-se no dia 7 de Dezembro, nas instalações da AUTITV, uma palestra proferida pelo professor Joaquim Moedas Duarte, sobre "Os Latoeiros Prodigiosos - Grandes Empresas Torrienses do Século XX".
O texto que a seguir se transcreve é da autoria do sócio/aluno Joaquim Cosme:

"OS LATOEIROS PRODIGIOSOS

Foi assim que Joaquim Moedas Duarte intitulou a sua palestra / conversa de 7 de Dezembro passado, na Universidade da Terceira Idade de Torres Vedras.
Quem foram esses latoeiros? 

Foram três homens que alteraram profundamente a sociedade torriense do século XX através da sua notável capacidade empresarial: António Hipólito (1882-1974), Francisco António da Silva (1885-1967) e Francisco Xavier Damião (1890-1972). Começando a vida como aprendizes de latoeiro, estabeleceram-se por conta própria em oficinas de latoaria e, paulatinamente, expandiram a atividade muito para além dos tradicionais objetos de latoaria. Tornaram-se industriais. Percebendo as carências em equipamentos para a vitivinicultura – atividade agrícola dominante no concelho de Torres Vedras, e na região centro, também com a fruticultura – os três latoeiros viraram-se decisivamente para o fabrico desses equipamentos, até aí importados: pulverizadores, prensas de lagar, esmagadores, bombas de trasfega, destilarias, depósitos, atomizadores, material de rega, etc.. Um deles, António. Hipólito, foi mais longe e entrou no campo do material de queima de petróleo e, mais tarde, do gás doméstico.
As pequenas oficinas transformaram-se em fábricas, o que significou a criação de milhares de postos de trabalho, diretos e indiretos. Camponeses/operários foram decisivos na afirmação da metalo-mecânica ligeira que fez de Torres Vedras um importante centro industrial que laborou para todo o país – e para o estrangeiro, através de um dinâmico sector exportador que as três empresas conseguiram criar.
Joaquim Moedas Duarte, apoiado em documentação iconográfica e escrita que tem vindo a investigar no âmbito do Património Industrial, descreveu de forma muito sugestiva a evolução das três maiores empresas torrienses de Torres Vedras no século XX: a Casa Hipólito, a F.A.S. (Francisco António da Silva) e a Casa Damião/Tomix.
Com esta palestra, uma de entre tantas que ali se têm realizado, a Universidade da Terceira Idade de Torres Vedras foi, mais uma vez, um lugar de história, cultura e memória. Por curiosidade informa-se que a Universidade da Terceira Idade funciona em antigas instalações da F.A.S."

(Joaquim Cosme)







Faleceu Laurinda Cavaco


É com pesar que a AUTITV comunica o falecimento de Laurinda Cavaco (mãe do elemento da Direção, Maria Antónia Alves).

Paz à sua alma.

07/12/2018

Colóquio, "Os quatro pilares da qualidade de vida"


No dia 6 de Dezembro, realizou-se nas instalações da AUTITV, um colóquio promovido pela professora de Ginástica Terapêutica, nesta Universidade, Tânia Andrade Santos, "sobre os quatro pilares da qualidade de vida".
As oradoras convidadas foram: a Nutricionista Drª Catarina Fialho, a Psicóloga Drª Silvia Silva e a Neurologista Drª Ana Rita Peralta.

Abriu a sessão a professora Tânia Andrade Santos que fez a apresentação do "1º Pilar da Qualidade de Vida" (exercício físico), começando por referir alguns aspectos sobre o significado do envelhecimento, concluindo que se trata de um fenómeno natural. Realçou ainda os efeitos fisiológicos do envelhecimento e também do "treino de força e seus benefícios" e do "desenvolvimento do programa de treino", ou seja, das actividades propriamente ditas.
Concluíu  referindo-se aos vários benefícios do exercício físico, nomeadamente o controlo das doenças crónicas; a maximização da saúde psicológica; a incrementação da mobilização; a melhoria da qualidade das funções psicológicas, metabólicas, funcionais e sociais, entre outras.

No que se refere ao "2º Pilar da Qualidade de Vida", a Nutricionista Drª Catarina Fialho falou sobre o que é "um bom estado nutricional" e fez algumas recomendações sobre os hábitos alimentares. referindo-se, à necessidade de 5 refeições diárias (com particular atenção para o excesso de sal); à ingestão de 1,5 litros de água ou  chás/dia e de alimentos ricos em cálcio; à restrição de bebidas alcoólicas e lacticínios gordos, entre outras, realçando que, para a manutenção de um bom equilíbrio nutricional, a nossa alimentação deverá conter: 

50% de produtos hortícolas;
25% de cereais e tubérculos;
25% de carne, peixe, ovos ou leguminosas

Para nos falar sobre o "3º Pilar da Qualidade de Vida" ( o stress), a Psicóloga Drª Sílvia Silva, informou que o stress não tem, necessariamente, de ser "mau", pois trata-se de "uma resposta do nosso organismo a uma situação que não estávamos à espera", disse...
A Psicóloga referiu também que, no caso em apreço, pode até ser benéfico, na medida em que, muitas vezes, isso nos impele, para a resolução rápida de várias situações.
Contudo, torna-se necessário estar alerta para que não se exceda certos limites, a fim de evitar, entre outras doenças, as do foro cardiovascular.

Alguns dos sintomas do stress podem ser: mau humor e irritabilidade, músculos doridos, dores de cabeça/enxaquecas que podem surgir nos períodos de maior stress e alteração no peso (engordar ou emagrecer excessivamente).

O importante, referiu: "é aprender a relaxar e, na medida do possível, levar uma vida tranquila."

Quanto ao "4º Pilar da Qualidade de Vida" (o sono), a Neurologista Drª Ana Rita Peralta falou-nos sobre o "sono saudável" (entre 6,5 a 8,5 horas no adulto), acrescentando contudo que o chamado "sono normal" passa por vários ciclos, sendo que, de entre eles, há necessariamente uma fase/ciclo em que o cérebro não fica desligado. 
Referiu ainda que é muito importante dormir bem, porque, durante o sono, tudo melhora:


  • a função imunitária; 
  • a função cognitiva;
  • a depuração;
  • há uma redução do consumo de energia;
  • as reservas energéticas cerebrais são repostas.

De seguida reportou-se às consequências que resultam do facto de dormir pouco ou dormir mal, nomeadamente: a sonolência e acidentes, alterações cognitivas, perturbações de humor, fadiga, perda de energia, maior risco de mortalidade, etc.

Por último referiu que o ideal será dormirmos 7 a 8 h, quando somos mais velhos e que, quando tal não acontece deveremos estar alerta para situações de: insónia crónica, adormecer frequentemente em situações monótonas, ter comportamentos bizarros durante a noite e ressonar ou até mesmo paragem respiratória.

Após estas quatro apresentações seguiu-se um espaço para debate, durante o qual às oradoras foram colocadas várias questões sobre os temas em apreço.

Este colóquio finalizou com um lanche com a participação de todos os presentes (oradores e associados da AUTITV).

(Albertina Granja)






03/12/2018

Workshop de Sudoku - 18 de Janeiro


Tapada Nacional de Mafra - 17 de Janeiro


Universidade dos Valores e Aldeia de José Franco - 30 de Novembro


No dia 30 de Novembro, a professora Odete Bento das disciplinas
"Fabric(an)do com Letras" e "Texto/Contexto" e a professora Antónia Alves, da disciplina de "Português", organizaram uma visita de estudo à Universidade dos Valores e Aldeia de José Franco.

O texto que segue é de uma das alunas que integrou a viagem em apreço:


"Universidade dos Valores ...


Mas que manhã agradável!
Um pouco de nevoeiro...
Mas o sol já espreita!
Vamos então para a nossa aventura!
Nos caminhos alegres, conversámos... rimos... divertimo-nos!
Chegámos entretanto à Universidade dos Valores.

Começámos por entrar no mistério da Natureza, na sala dos Oceanos, com a Exposição "Oceanos de Diversidade" composta por uma coleção de conchas recolhidas por todo o mundo.
Assim observamos a complexidade de que na Vida da Natureza jamais há algo igual!
A diferença exposta nas conchas, mesmo sendo da mesma espécie, estava omnipresente.
Depois ouvimos a história das fases de reconstrução e restauro do Palácio e todos os conceitos a nível cultural, histórico e geográfico da Vila de Mafra.
Logo depois entrámos num mundo mágico: o Museu dos valores Universais que propõe um novo conceito de Museu, onde se combina investigação, educação, espiritualidade, tecnologia e entretenimento.
No Museu tivemos a possibilidade de desenvolver a criatividade sendo incitados a exercer a criatividade e a pensar por nós próprios. E ainda a tomar as nossas próprias opiniões.
Isto através de exercícios através de vídeos de relaxamento e vídeos de conhecimentos e de intervenção criativa e intelectual. Atividades estas feitas através de ecrãs computorizados e mais variadas técnicas. Este espaço interativo dá um feedback ao visitante sobre os seus níveis de desempenho e explora a atividade lúdica pedagógica e humana.
Mundo onde a mente se perde ...
Onde descobrimos...
Onde não se imagina o que se pode fazer, ver, aprender de uma maneira tão delicada.
Seguidamente visitámos o Jardim dos valores, um espaço para admirar a natureza.
Um espaço onde nos proporciona experiencias contemplativas e sensoriais.
Por fim acabámos a nossa aventura com um belo almoço ainda parando na Ericeira, para ver o Mar e deleitar-nos com os deliciosos pasteis de nata da Ericeira.
E com um regresso ainda mais alegre do que a partida, pois estávamos cheios de vivências novas e deslumbrantes!
E assim foi a nossa aventura com o Sol sempre connosco!
Mais fascinante não poderia ter sido!"


(Ana Corte Real)  
  






 



30/11/2018

Assembleia Geral Ordinária - 29.11.2018



Nos termos estatutários foram convocados os sócios da AUTITV para uma Assembleia Geral Ordinária, que se realizou no dia 29 de Novembro de 2018, pelas 14,30, com a seguinte ordem de trabalhos:
1 - Apresentação e votação do Plano de Actividades e do Orçamento para 2019;
2 - Outros assuntos de interesse para a Associação.










26/11/2018

Workshop Magia


O professor Raul Ribeiro, da disciplina" Magia para Avós", realizou na AUTITV, no dia 23 de Novembro de 2018, um Workshop sobre um tema que para todos é "mágico", a própria magia...!!!
Alguns dos seus alunos tiveram também oportunidade de participar nesta apresentação, mostrando o quanto já aprenderam durante as aulas ministradas.
contudo, e não obstante a concentração e atenção muito direccionada para os truques que cada um executou, nenhum dos presentes conseguiu imitá-los...!!!

Todos gostámos...





23/11/2018

workshop Biodança


Na tarde do dia 22 de Novembro, de 2018,  realizou-se na sede da AUTITV uma workshop de Biodança, orientado por Virgínia Silva, no qual participaram muitos alunos interessados nesta modalidade.

Segundo a orientadora deste workshop, "a Biodança é a dança da vida, pode ser praticada por adultos, crianças e seniores, e, além de renovar energias e estimular a criatividade, também resgata a alegria e viver, proporcionando o bem-estar, o equilíbrio e a auto-estima"













Visita Dinoparque


A Profª Rita Sarreira, da disciplina de "História Local", levou alguns dos seus alunos ao Dino parque da Lourinhã, no dia 22 de Novembro.

À nossa chegada estava uma Guia que nos levou a percorrer o Trilho Temático do Jurássico: 200-145 Milhões de anos atrás.

Logo no início deste percurso vimos um dos maiores predadores marinhos, que se encontra num lago, o feroz Liopleurodon que come tudo o que se atravessa no seu caminho. 
Continuando a visita, deparámo-nos com o Allosaurus, que, segundo informaçao prestada pela guia, não deixa escapar os Stegosaurus.
Mais adiante, numa clareira, é possível imaginar um confronto entre dinossauros da Lourinhã: o Supersaurus, um saurópode de 15 metros, que se mostra assustado com a presença do Torvosaurus , o maior predador terrestre do Jurássico de todo o mundo.
Depois ainda visitámos os percursos do Triásico e do Cretácico onde admirámos várias espécies de animais muito bem posicionados e onde não faltou o Tyrannosauros rex, ou o T.rex como é mais conhecido.

Em seguida fomos ao Laboratório onde nos foi mostrado o trabalho de preparação de fósseis precisamente num ninho de ovos de um Lourinhanosaurus antunesi, que está associado a um dos maiores ninhos de dinossauros da Europa e que foi descoberto na região da Lourinhã, também era um dinossauro carnívoro do período Jurássico que poderia chegar a ter entre 7 a 8 metros de comprimento.
Porém, gigantes, eram mesmo o Supersaurus Lourinhanensis e o Lourinhasaurus alenquerensis, animais tão grandes que não poderiam ser caçados por predadores solitários.
Por fim passámos pelo Museu onde algumas destas espécies estão representadas em achados de ossos recentes.

Foi em 1993 na praia de Paimogo que foi descoberto um ninho com mais de 100 ovos de Lourinhanosaurus ainda com os seus embriões e foi a partir desta data que a Lourinhã ficou conhecida como a Capital dos Dinossauros. 
O espaço museológico no Dino Parque conta com o espólio da Lourinhã, descoberto e estudado nos últimos anos pelos paleontólogos do Museu, e que contribuiu para o reconhecimento dos dinossauros a nível mundial.
E assim terminou uma fantástica viagem no tempo com mais de 300 milhões de anos.

(Helena Pina)



























Rio Maior - Salinas e Presépio - 13 de Dezembro